Efeito da Disseminação das Evidências Sobre Prevenção de Quedas em Idosos

Tinetti ME e cols – Yale School of Medicine

N Engl J Med 2008;359:252-61

 

OBJETIVO: Avaliar os efeitos de um programa para disseminação das evidências sobre prevenção de quedas na redução de lesões graves.

DELINEAMENTO: Intervenção em área definida por código postal e comparação com outra área similar sem intervenção.

AMBIENTE: Duas regiões de tamanho e características sócio-demográficas semelhantes no estado americano de Connecticut , separadas geograficamente para minimizar cruzamento de atendimentos.

PARTICIPANTES: Indivíduos com mais de 70 anos que habitam uma das duas regiões selecionadas.

INTERVENÇÃO: Entre os anos de 2001 e 2004 foram abordados profissionais da área de atenção básica para distribuição de materiais e divulgação de evidências sobre prevenção de quedas em idosos, com ênfase em revisão de drogas, manejo da hipotensão postural, abordagem de déficit visual, redução ambiental de risco, treinamento de equilíbrio e fortalecimento. O programa incluiu ainda divulgação de conhecimentos básicos para o público leigo. A intervenção foi coordenada por uma equipe multidisciplinar com 12 membros que mantinha vínculo de supervisão com equipes locais.

MEDIDAS E DESFECHOS: Dados sócio-demográficos e de funcionalidade foram obtidos a partir do censo nacional. O desfecho primário foi definido como lesão grave relacionada a quedas, incluindo fratura, luxação e traumatismo crânio-encefálico. Esses dados foram obtidos em um banco de dados do estadual que inclui diagnóstico clínico de todos os pacientes atendidos em serviços de emergência. Os números obtidos de 1999 a 2001 definiram uma “taxa pré-intervenção” e aqueles de 2004 a 2006 definiram uma “taxa pós-intervenção”.

RESULTADOS: A taxa de lesões graves relacionadas a quedas por 1000 pessoas-ano no período pré-intervenção foi de 30,9 na região controle e 31,9 na região intervenção. No período pós-intervenção as taxas foram respectivamente 31,4 e 28,6 (RR 0,91;IC95% 0,88-0,94), representando redução corrigida de 11% no número de lesões.

CONCLUSÃO: A disseminação das evidências sobre prevenção de quedas pode reduzir a taxa de lesões provocadas por quedas em idosos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: